Judô do Brasil conquista mais 4 medalhas em Almaty

Com os resultados, seleção nacional garante a segunda colocação no quadro geral de medalhas

AE, Agência Estado

29 de setembro de 2013 | 12h53

ALMATY - A seleção brasileira de judô encerrou neste domingo a sua participação no Grand Prix de Almaty, no Casaquistão, com a conquista de mais quatro medalhas. Nádia Merli (até 70kg) faturou o ouro, Rafael Buzacarini (até 100kg) ficou com a prata e David Moura (mais de 100kg) e Bárbara Timo (até 70kg) conquistaram o bronze.

Bárbara Timo e Nádia Merli se enfrentaram nas semifinais, com vitória de Nádia por wazari. Na decisão, ela derrotou a israelense Lior Wildikan por yuko. Na disputa pelo bronze, Bárbara aplicou um ippon na casaque Dinara Kudarova para faturar a sua medalha. Rafael Buzacarini perdeu a sua final para o casaque Maxim Rakov, campeão mundial em 2009, por ter uma punição a mais. Já David Moura garantiu o bronze ao derrotar por ippon o russo Stepan Sarkisyan. Eduardo Bettoni, na categoria até 90kg, perdeu na disputa pelo bronze para o russo Khusen Khalmurzaev por ter recebido uma punição a mais do que o seu adversário. Assim, foi o único judoca do País que não subiu ao pódio neste domingo.

Com esses resultados, o Brasil terminou a sua participação no Grand Prix de Almaty na segunda colocação no quadro geral de medalhas, com quatro ouros, duas pratas e três bronzes. Apenas o anfitrião Casaquistão teve desempenho melhor, com cinco medalhas de ouro, cinco de prata e sete de bronze.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.