Judô garante mais duas vagas em Atenas

Os ligeiros Alexandre Lee e Daniela Polzin garantiram nesta quarta-feira, no Pan-Americano de Judô, na Venezuela, presença na Olimpíada de Atenas. Daniela conquistou a vaga com a classificação para a final do Pan, ao derrotar a cubana Yamila Zambrano. Alexandre, por sua vez, só precisou chegar à semifinal de sua categoria. A classificação olímpica está matematicamente garantida e não depende da conquista de medalhas ? o ranking da União Pan-Americana de Judô dá vagas aos 3 primeiros países no feminino e aos 6 primeiros no masculino. ?É o prêmio por um trabalho de oito anos. Classifiquei o ligeiro para Sydney, mas sofri uma hérnia de disco uma semana antes da seletiva no Brasil. Agora, chegou minha vez?, vibrou Daniela. Na terça-feira, primeiro dia de disputa, o Brasil foi ouro com Edinanci Silva (meio-pesado), Flávio Canto (meio-médio) e Carlos Honorato (médio). Érica Moraes (meio-médio), Mário Sabino (meio-pesado) e Daniel Hernandes (pesado) ficaram com a prata, enquanto Priscila Marques (pesado) foi bronze. Priscila e Cristina Sebastião (médio), que terminou em quinto, não conseguiram a vaga para Atenas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.