Judô: Sabino tem páreo duro no Mundial

O judoca da categoria meio-pesado, Mário Sabino, terá o maior desafio entre os integrantes da equipe brasileira que lutam nesta quinta-feira no primeiro dia de provas do Mundial de Judô, em Munique, Alemanha. O primeiro confronto de Sabino será contra o judoca da República Dominicana, Jose Vazquez, mas o vencedor terá de cruzar, na segunda luta, com o atual campeão olímpico da categoria, o japonês Kosei Enoue."Para vencer Enoue, só com muita superação, mas Sabino é um judoca experiente e pode surpreender", observou o técnico Floriano de Almeida, que, na verdade, trabalha com as mulheres da delegação brasileira. A equipe masculina tem Luís Shinohara como treinador.O pesado Daniel Hernandez também não está em uma chave cômoda. Fará a primeira luta contra Abdulo Tangriev, do Uzbequistão. Se passar, terá pela frente o vice-campeão olímpico Sinichi Shinohara.As meninas do Brasil tiveram mais sorte no sorteio das chaves. A pesado (+78 kg) Priscila Almeida terá uma luta inicial "relativamente difícil", segundo Floriano, diante da holandesa Françoise Harteveld. O segundo confronto será contra a japonesa Midori Shintani, que não está entre as atletas de ponta de seu país. "Seu nível técnico não é tão assustador." A meio-pesado (-78 kg) Ednanci Silva luta com a ucraniana Anastasya Matrosova e depois, com a judoca do Gabão, Engoang.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.