Judô vai levar Guilheiro, Sarah e Rafaela Silva para Jogos Mundiais Militares

A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) anunciou nesta terça-feira a delegação que vai defender o País na sexta edição dos Jogos Mundiais Militares, na Coreia do Sul. Dos 14 judocas chamados, só três não estiveram no Campeonato Mundial "civil", realizado em agosto. De resto, a seleção será praticamente a mesma.

Estadão Conteúdo

15 de setembro de 2015 | 18h37

Entre aqueles considerados favoritos a representar o Brasil na Olimpíada, só não vão à Coreia do Sul os judocas Alex Pombo (até 73kg), Victor Penalber (até 81kg), Tiago Camilo (até 90kg), Rafael Silva (+100kg), Mayra Aguiar (até 78kg) e Maria Suelen Altheman (+78kg). O time conta com os medalhista olímpicos Felipe Kitadai, Leandro Guilheiro e Sarah Menezes e os medalhistas mundiais Leandro Cunha, Luciano Corrêa, Érika Miranda e Rafaela Silva

Os Jogos Mundiais Militares, que serão realizados entre 2 e 11 de outubro, devem contar com boa parte dos atletas brasileiros que estarão na Olimpíada. Isso porque muitos dos esportistas de alto rendimento do País fazem parte do Programa Atletas de Alto Rendimento, criado pelo Ministério da Defesa em parceria com o Ministério do Esporte.

CONFIRA A LISTA DE CONVOCADOS:

MASCULINO - Felipe Kitadai (60kg), Charles Chibana (66kg), Leandro Cunha (73kg), Leandro Guilheiro (81kg), Eduardo Bettoni (90kg), Luciano Correa (100kg) e Walter Santos (+100kg).

FEMININO - Sarah Menezes (48kg), Érika Miranda (52kg), Rafaela Silva (57kg), Mariana Silva (63kg), Maria Portela (70kg), Nádia Merli (78kg) e Rochele Nunes (+78kg).

Tudo o que sabemos sobre:
judôJogos Mundiais MilitaresRio 2016

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.