Judocas brasileiros lamentam dia ruim em Londres

Leandro Cunha (até 66 kg) e Érika Miranda (até 52 kg) foram eliminados logo na estreia

WILSON BALDINI JR. - Enviado especial, Agência Estado

29 de julho de 2012 | 08h52

O judô brasileiro teve um dia ruim neste domingo na Olimpíada de Londres. Na categoria leve, Leandro Cunha (até 66kg) e Érika Miranda (até 52kg) foram eliminados logo na estreia e ficaram bem longe do pódio. Os dois judocas lamentaram a performance e deixaram o ginásio chateados.

"Não podia ter perdido na primeira rodada. Foi uma decepção", disse Érika, na sua única declaração para a imprensa após a derrota deste domingo para a sul-coreana Kyung-Ok Kim, quando sofreu uma finalização no golden score. Chorando bastante, ela não conseguiu dar entrevistas.

Leandro Cunha, por sua vez, chegou a Londres como um dos favoritos em sua categoria - foi vice-campeão mundial em 2010 e 2011 e ocupa o sexto lugar no ranking. Mas perdeu para o polonês Pawel Zagrodnik logo na primeira luta da Olimpíada, dando adeus precoce à disputa por medalhas.

"Tem dias que a estratégia não dá certo. O polonês veio para anular a minha luta e conseguiu", admitiu Leandro Cunha, que, mesmo com 32 anos - faz aniversário em outubro -, espera disputar a Olimpíada de 2016. "Não vou desanimar. Penso em lutar no Rio", completou o brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.