Judocas brasileiros têm última chance de vaga olímpica

Atletas que tiverem os melhores resultados em duas competições na Europa confirmarão presença em Pequim

Agência Estado,

15 de fevereiro de 2008 | 17h33

A seleção brasileira de judô volta a competir neste sábado, quando alguns judocas terão a última chance de garantir vaga na Olimpíada de Pequim, que acontecerá em agosto. A equipe feminina irá disputar a Copa do Mundo de Budapeste, na Hungria. E a masculina lutará na Copa do Mundo de Leonding, na Áustria. Para definir a equipe olímpica, a seleção brasileira foi dividida em dois grupos - cada categoria ficou com um atleta para cada lado. Assim, os judocas disputam duas competições cada um, na Europa, e aqueles que tiverem os melhores resultados se classificam para Pequim. O primeiro grupo já teve uma primeira competição. Foi no último fim de semana, quando homens e mulheres disputaram a Super Copa do Mundo de Paris - na ocasião, nenhum brasileiro conseguiu subir ao pódio. Agora, eles voltam ao tatame neste sábado e domingo, na Hungria e na Áustria. Depois disso, será a vez do segundo grupo de judocas entrar em ação. Eles embarcarão na semana que vem para a Europa, onde disputarão a Super Copa do Mundo de Hamburgo (para homens e mulheres), além da Copa do Mundo de Praga (masculino) e de Varsóvia (feminino). Antes, porém, seis judocas do primeiro grupo lutam já neste sábado: Sarah Menezes (até 48kg), Érika Miranda (até 52kg), Ketleyn Quadros (até 57kg), Denílson Lourenço (até 60kg), João Derly (até 66kg) e Victor Penalber (até 73kg). E outros oito terão suas últimas chances no domingo: Vânia Ishii (até 63kg), Maria Portela (até 70kg), Claudirene Cezar (até 78kg), Aline Puglia (acima de 78kg), Flavio Canto (até 81kg), Hugo Pessanha (até 90kg), Luciano Correa (até 100kg) e João Gabriel Schlittler (acima de 100kg). Por enquanto, apenas dois judocas brasileiros já estão classificados para Pequim. Por conta de seus resultados nos Jogos Pan-Americanos e no Campeonato Mundial, ambos disputados no ano passado no Rio, João Derly e Erika Miranda têm vaga garantida na equipe olímpica. As outras 12 categorias ainda dependem do que acontecer nas competições européias.

Tudo o que sabemos sobre:
JudôPequim 2008

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.