Judocas do Brasil ganham desafio antes de competições fora

Judocas do Brasil ganham desafio antes de competições fora

Brasileiros aplicaram 5 a 0 em alemães no Rio de Janeiro

Estadão Conteúdo

27 de setembro de 2015 | 16h29

Os judocas do Brasil conquistaram uma fácil vitória sobre a Alemanha em um desafio internacional realizado neste domingo ao triunfarem nas cinco lutas disputadas em um teatro do Rio. O torneio amistoso serviu como preparação para os cinco judocas da seleção brasileira, que seguem ainda neste domingo mesmo para a Coreia do Sul, onde disputam os Jogos Mundiais Militares.

Na primeira luta da manhã, pela categoria até 100kg, Luciano Corrêa venceu Daniel Herbst por ippon nos últimos segundos. Em seguida, Rafaela Silva (até 57kg) foi repetiu o desempenho de Corrêa e superou Jacqueline Lisson com o golpe perfeito.

A vitória brasileira aconteceu já na terceira luta, entre os judocas de até 81 kg. Leandro Guilheiro superou Benjamin Muenich após o alemão sofrer duas punições, fazendo 3 a 0 para o Brasil. "Embora a gente estivesse num teatro, também teve torcida junto, de uma forma mais comedida, mas foi uma experiência bem bacana. Meu adversário foi bastante duro. Geralmente, nesses desafios não tem adversário fácil para mim", afirmou Guilheiro.

Após a conquista por equipes estar assegurada, os brasileiros não aliviaram e garantiram o 100% de aproveitamento com mais dois ippons. Maria Portela (até 70kg) venceu Miriam Butkereit, e Felipe Kitadai (até 60kg) bateu Philip Graf.

"É bem diferente essa experiência de lutar num teatro. O público fica tão pertinho, confesso que fiquei até um pouquinho nervosa. Mas, na luta, consegui focar, encaixei meu melhor golpe e consegui o ippon. Foi bem legal, gostei da experiência", comentou Maria Portela sobre a experiência.

Em outubro, a seleção brasileira de judô também vai participar de três competições do circuito mundial: o Open de Lisboa, o Grand Slam de Paris e o Grand Slam de Abu Dabi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.