Juiz libera o Ginásio do Ibirapuera

O ginásio de esportes Geraldo José de Almeida, que faz parte do Conjunto Desportivo Constâncio Vaz Guimarães, no Ibirapuera, em São Paulo, foi liberado nesta quarta-feira pelo juiz Romulo Russo Júnior, da 5ª Vara da Fazenda Pública, para a realização da Copa do Mundo de Ginástica, que começa na sexta.O juiz revogou a liminar concedida por ele próprio, e que desde o dia 15 interditava por falta de segurança todo o conjunto desportivo. Ele teve o cuidado de realizar pessoalmente a vistoria, assistido por um engenheiro perito.O juiz acolheu apelo do governo do Estado de São Paulo, que argumentou que a não realização da etapa da Copa do Mundo acarretaria em "sérios prejuízos à administração pública, aos atletas, ao público e à imagem da capital paulistana". O governo fez um acordo com o Contru (Departamento de Controle do Uso de Imóveis) de 180 dias para a conclusão das obras recomendadas pelo Corpo de Bombeiros. A capacidade do ginásio foi fixada em 10.999 pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.