Juiz relata ofensa, e Washington se revolta

A expulsão diante do Barueri (vitória por 2 a 1), anteontem, deverá custar caro a Washington. O árbitro Rodrigo Martins Cintra colocou na súmula da partida que foi ofendido pelo centroavante. "Vocês estão de sacanagem, você é um canalha, safado", escreveu o juiz. O jogador se defende. "Além de mal intencionado, ele é mentiroso. Eu não falei isso, e as imagens podem provar", disse o camisa 9.Washington corre o risco de pegar até 10 jogos de suspensão no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O São Paulo não pretende enviar nova reclamação formal à CBF - fez isso depois de sofrer dois gols em impedimento contra o Inter (2 a 2), semana passada. "O jogador tem de entender que não adianta peitar estes camaradas", declarou o vice-presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, que redigiu o documento. O jogador cogita até entrar na Justiça contra o árbitro caso sofra uma punição severa. "Primeiro, vou me defender", afirmou Washington. "Mas, se sentir que vou ser prejudicado ainda mais, vou além." O atacante fica fora dos próximos dois jogos do time no campeonato - contra o Grêmio, quinta-feira, e o Vitória, domingo - porque antes de levar o cartão vermelho já havia tomado seu terceiro amarelo e ficado suspenso.Os próprios companheiros de Washington repudiaram a reclamação do jogador, pois a jogada que deu origem à confusão foi apenas um lateral não marcado pelo juiz. "Tem que haver mais prudência", criticou Hernanes. "Já está muito difícil com 11, imagina com 10." Esse já foi o quinto cartão vermelho do time em apenas 14 rodadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.