Julgamento de Pistorius se prolongará até 16 de maio

Tribunal entrará em recesso na rimeira quinzena de abril

Agência Estado

23 de março de 2014 | 11h56

PRETÓRIA - Iniciado no dia 3 de março, o julgamento de Oscar Pistorius pelo assassinato da modelo Reeva Steenkamp, ocorrido em fevereiro de 2014, está longe de acabar. Neste domingo, o Tribunal Superior da província de Gauteng, em Pretória, comunicou que avaliação passará por um recesso de uma semana na primeira quinzena de abril e depois vai continuar até meados do mês de maio.

A pausa no julgamento de Pistorius será a partir de 7 de abril, com a retomada do julgamento sendo no dia 14 do mesmo mês. E o encerramento está previsto para 16 de maio, segundo as autoridades do Superior Tribunal da província de Gauteng. "Todas as partes" envolvidas no julgamento concordaram com o prazo ao serem consultados pelo juiz presidente Dunstan Mlambo, acrescentou o tribunal.

Pistorius é acusado de premeditar o assassinato de Reeva, ocorrido no dia 14 de fevereiro de 2013. O atleta paralímpico alega que atirou na sua namorada por engano, pois considerava se tratar de um intruso que havia invadido a sua residência.

O julgamento de Pistorius por assassinato foi inicialmente planejado para ser realizado entre os dias 3 e 20 de março, mas a promotoria ainda está apresentando provas e deve continuar fazendo isso até o meio da próxima semana. Em seguida, a defesa do atleta paralímpico chamará testemunhas.

A avaliação do caso foi paralisada na última quarta-feira e será retomada nesta segunda-feira. Se for considerado culpado, Pistorius poderá até mesmo ser condenado à prisão perpétua.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.