Julgamento é adiado e Cristian vai jogar a final

O volante Cristian está livre para defender o Corinthians na decisão do Campeonato Paulista, diante do Santos, domingo, no Pacaembu. O advogado do clube, João Zanforlim, conseguiu adiar o julgamento do camisa 6, marcado para ontem, no TJD da Federação Paulista. Uma nova data ainda não foi definida.Cristian fez gestos obscenos na comemoração do segundo gol diante do São Paulo ( 2 a 1), na partida de ida das semifinais e corria risco de pegar até dez jogos de suspensão. "Eu não fiz aqueles gestos para provocar ninguém. Se alguém achou que sim, peço desculpas", havia dito o jogador, logo após o confronto. As cenas, dos braços cruzados e dedos médios esticados fez, ainda, que o delegado da Polícia Civil, Antônio Carlos Barbosa, também indiciasse o jogador, com penas previstas de 15 dias a seis meses de prisão."Ele está liberado, o julgamento foi adiado", comemorou Zanforlim. "Os procuradores pediram vista do processo, eu fiz alguns restrimentos e eles estão analisando. Ainda não tem data definida para novo julgamento pois segunda-feira vai ser realizada a festa do campeonato", informou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.