Juliana e Maria Elisa representa o Brasil em Xiamen

Juliana e Maria Elisa representa o Brasil em Xiamen

Juliana e Maria Elisa foram ao pódio cinco vezes, com quatro pratas e um bronze, mas seguem sem ouro em etapas de Grand Slam

Estadão Conteúdo

08 de outubro de 2014 | 19h01

A dupla do momento no vôlei de praia é Larissa/Talita, mas o título do Circuito Mundial vai ficar com Juliana/Maria Elisa. Para a temporada não ficar marcada por um título mundial sem nenhuma medalha de ouro, Juliana e Maria Elisa estão em Xiamen (China) para disputar o Open local, etapa de menor valor para o ranking.

Até aqui na temporada, Juliana/Maria Elisa foi ao pódio cinco vezes, com quatro de prata e uma de bronze. Em etapas de Grand Slam, porém, foram só dois segundos e um terceiro lugar. Mesmo assim, elas lideram o Circuito com 6.240 pontos, contra 5.660 de Ágatha/Bárbara Seixas. Em terceiro, as norte-americanas Walsh e Ross têm 5.420 pontos e só não lideram porque disputaram menos etapas - o Circuito Profissional Norte-Americano ocorre concomitantemente.

Em Xiamen, Juliana e Maria Elisa estreiam na madrugada desta quinta-feira (horário de Brasília), contra Urata/Nagata, do Japão. Depois, pelo Grupo A, as brasileiras ainda jogam contra Bonnerova/Hermannova (República Checa) eLobato/Soria (Espanha).

Como Ágatha/Bárbara não foi a Xiamen, Juliana/Maria Elisa dá um enorme passo se ficar com o título na China. Até o fim do ano ainda serão realizadas mais três etapas de Open (500 pontos à dupla campeã), além de um Challenger que vale 300.

Campeãs das últimas três etapas de Grand Slam, Larissa e Talita, que se uniram em julho, estão invictas há mais de trinta jogos, mas não se inscreveram em Xiamen, o mesmo valendo para as demais duplas brasileiras no masculino e no feminino. Contando também o Circuito Brasileiro, Juliana/Maria Elisa já perdeu seis vezes para Larissa/Talita.

Entre os homens, o título do Circuito Mundial deverá ficar com Samoilovs/Smedins, da Letônia, que já venceu no ano passado. Bruno/Alison está em terceiro, 1.170 pontos atrás, e abriu mão da disputa do título geral pensando no Circuito Brasileiro.

Tudo o que sabemos sobre:
vôlei de praiaOpen de Xiamen

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.