Juliana mantém esperança de ir aos Jogos de Pequim

Apesar de uma grave contusão no joelho direito, sofrida no dia 18 de junho, a jogadora de vôlei de praia Juliana acredita que vai participar dos Jogos Olímpicos de Pequim, em agosto. "Hoje meu joelho está menos inchado e sem dor. Estou 100% fisicamente e acredito que vou a Pequim", disse a atleta, após três semanas de tratamento."Ela tem condições de ir (à China)", decretou o fisioterapeuta Jullius Queiroz. Juliana deve usar uma joelheira importada dos Estados Unidos durante a Olimpíada, mas diz que o acessório não atrapalha. "Ficaria mais incomodada se tivesse de braços cruzados em casa vendo a Larissa jogar", comentou. "Matarei um leão por dia".A jogadora Larissa, com quem Juliana forma dupla, disse que vai esperar pela parceira até às vésperas do evento. "Temos noção do risco e da importância da medalha, mas seremos honestas. Ela só vai jogar se estiver em condições", afirmou a atleta. Se Juliana não puder ir a Pequim, Larissa pode desistir da disputa ou convocar outra parceira. Renata e Talita são a outra dupla brasileira classificada no vôlei de praia para os Jogos Olímpicos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.