Confederaca Brasileira de Tiro Esportivo
Confederaca Brasileira de Tiro Esportivo

Brasileiro ganha medalha de ouro no Mundial de Tiro Esportivo

Julio Almeida vence a prova de pistola 25 metros de fogo central, disputa que não faz parte do programa olímpico

Estadão Conteúdo

13 Setembro 2018 | 14h18

O brasileiro Julio Almeida conquistou uma medalha de ouro no Mundial de Tiro Esportivo, que está sendo realizado em Changwon, na Coreia do Sul. Nesta quinta-feira, ele venceu a prova de pistola 25 metros de fogo central, uma disputa que não faz parte do programa olímpico.

Julio Almeida, de 48 anos, representou o Brasil em duas edições dos Jogos Olímpicos. E também já possuía quatro medalhas conquistas em Mundiais. Ele faturou três na edição de 2010, em Munique, sendo elas ouro por equipe e prata individual na prova de fogo central e bronze individual na prova de pistola standard. E também levou um bronze por equipes, também no fogo central, em 2015.

Na disputa desta quinta-feira, Julio Almeida fez 591 pontos e estabeleceu novos recordes das Américas e Sul-Americano, deixando para trás o alemão Christian Reitz, que em 2016 faturou uma medalha de ouro na Olimpíada do Rio, e foi o segundo colocado, com 588 pontos. E o ucraniano Pavlo Korostylov, campeão nos Jogos da Juventude de 2010, faturou o bronze com 586 pontos.

"Hoje me tornei o primeiro brasileiro a ser campeão mundial individual de Tiro Esportivo. Fiz 591 pontos na prova de Fogo Central, realizada na cidade de Changwon. O resultado ainda foi recorde Panamericano e Sulamericano. Estou muito feliz, venho praticando este esporte como hobby há 30 anos e o coloquei como uma das minhas prioridades onze anos atrás quando me classifiquei pra minha primeira Olimpíada.", declarou Julio Almeida.

Nessa prova, os competidores fazem três séries de dez tiros, que são classificados de 0 a 10 em precisão e rapidez. A disputa também contou a presença de outros dois brasileiros. José Carlos Batista ficou na 20ª posição, com 577 pontos, enquanto Philipe Chateaubrian foi o 42º colocado com 563 pontos.

Mais conteúdo sobre:
Julio Almeida tiro esportivo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.