Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Julio César Chávez se despede do boxe

Julio César Chávez, de 41 anos, o maior pugilista do México em todos os tempos, se despede do boxe, neste sábado, diante do norte-americano Frankie ?O Cirurgião? Randall. O combate, chamado "Adiós México...Gracias. La Ultima Revancha", será na Plaza de Toros, na Cidade do México, diante de um público previsto de 46 mil espectadores. Em uma carreira de 24 anos, Chávez lutou 112 vezes, obtendo 105 vitórias (86 por nocautes), cinco derrotas e dois empates. Ele conquistou três títulos mundiais: superpenas, leves e meio-médios-ligeiros. No total, foram 39 combates por título mundial. Esta será a terceira vez que Chávez e Randall se enfrentam. Em 29 de janeiro de 1994, o norte-americano surpreendeu o mundo, ao derrotar o mito mexicano por pontos. No mesmo ano, em maio, Chávez deu o troco, em um combate que terminou no oitavo assalto, após uma cabeçada. Chávez, que morou com os pais e os irmãos em um vaga de trem, chegou a atuar como ponta-esquerda em um time amador. Mas, em 1979, aos 17 anos, entrou para o boxe e no mesmo ano foi campeão do Torneio Luvas de Ouro, em Culiacán, sua cidade natal. Cinco anos mais tarde conquistou o primeiro título mundial, entre os pesos superpenas, ao derrotar o compatriota Mario Martinez. Em 1987, conquistou o cinturão dos leves da Associação Mundial de Boxe, ao bater o porto-riquenho Edwin Rosario. Mas dois anos e novo triunfo. Agora entre os meio-médios-ligeiros, ao derrotar o norte-americano Roger Mayweather. Um dos maiores momentos da carreira de Chávez ocorreu em 1993, quando reuniu mais de 130 mil torcedores no estádio Azteca para derrotar o norte-americano Greg Haugen, no quinto round. Hector ?Macho? Camacho, José Luis Ramirez, Meldrick Taylo, Pernell Whitaker e Oscar De La Hoya foram outros grandes adversários de Chávez. Enquanto os três primeiros foram derrotados, Whitaker conseguiu um polêmico empate - a imprensa considerou o americano vencedor - e De La Hoya venceu os dois confrontos. Randall, de 42 anos, tem um cartel de 59 vitórias (42 nocautes), 14 derrotas e um empate.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.