Jurada se afasta após polêmica em luta de Mayweather

C.J. Ross, a polêmica jurada que apontou empate (em 114 pontos) na luta entre o norte-americano Floyd Mayweather Jr. e o mexicano Saul "Canelo" Alvarez, decidiu se afastar do boxe por um período "indefinido". Ela foi alvo de intensas críticas após o anúncio da sua pontuação na luta de sábado, realizada em Las Vegas, nos Estados Unidos.

WILSON BALDINI JR., Agência Estado

18 de setembro de 2013 | 14h37

Integrante da Comissão Atlética de Nevada por 22 anos, Ross, de 64 anos, recebeu US$ 8 mil para trabalhar no duelo de sábado no MGM Hotel. Os outros dois jurados da luta deram a vitória a Mayweather. Dave Moretti apontou 116 a 112 e Craig Metcalfe anotou 117 a 111.

Em maio do ano passado, C.J. Ross também gerou polêmica ao apontar o norte-americano Timothy Bradley como vencedor no duelo contra o filipino Manny Pacquiao. Naquele oportunidade, outro jurado também deu a vitória para Bradley e apenas um para Pacquiao, que, assim, sofreu a sua primeira derrota em sete anos. Muito críticos acreditam que após essa nova polêmica, ela não voltará a trabalhar.

Tudo o que sabemos sobre:
boxeFloyd Mayweather JrCJRoss

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.