Justiça fecha mais locais do Mundial de Esportes Aquáticos

Complexo esportivo italiano não teria permissão para ser construído; evento está marcado para 18 de julho

EFE,

25 de junho de 2009 | 12h21

A Justiça italiana ordenou nesta quinta o fechamento de outras duas instalações construídas para o próximo Mundial de Esportes Aquáticos, a ser disputado entre os dias 18 e 30 de julho em Roma.

Segundo o jornal romano Il Messaggero, a piscina e as instalações das associações Circolo Tevere Remo e Flaminio Sporting Club foram lacradas pela denúncia de que as obras foram feitas sem as permissões necessárias. A piscina do Circolo Tevere Roma seria inaugurada hoje.

Em 25 de maio, a Justiça também ordenou o fechamento de algumas instalações do Salaria Sport Village, também na capital italiana. O local sediaria competições e receberia delegações de atletas.

Tudo o que sabemos sobre:
nataçãoItália

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.