Justiça italiana faz ?arrastão? antidoping

A Procuradoria de Roma iniciou nesta quarta-feira uma grande operação antidoping que atingirá praticamente todo o esporte italiano: desde os ciclistas que participam do Giro da Itália, atletas de outrasespecialidades, médicos e treinadores. A operação, na qual participam mais de 700 membros da seção dos Carabineri, especializada na luta contra a fraude à saúde pública e o tráfico de drogas, foi iniciada durante a madrugada (horário italiano) em hotéis ocupados por competidores do Giro, que hojetêm o dia de descanso. Segundo fontes policiais, durante essas revistas não foiencontrado nenhum tipo de substância suspeita. A intervenção policial, fruto de diversas investigaçõesrealizadas nos últimos seis meses, prosseguiu na sede da Federaçãode ciclismo. Depois de aproximadamente seis horas de operação, haviam sido realizadas 150 revistas em 28 cidades de dez regiões italianas

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.