Justiça suspende processo de licitação em Belo Horizonte

A Justiça mineira suspendeu o pregão presencial que seria realizado para a contratação de serviços de fiscalização das obras de reforma e modernização do Mineirão, em Belo Horizonte. O espaço está fechado desde 2010 e passa por obras para a Copa de 2014. A ação com pedido de suspensão da licitação foi proposta pelo Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva. O argumento é de que o tipo de serviço a ser contratado não pode ser escolhido só pelo preço, por causa risco de comprometer a qualidade da obra. O governo de Minas diz que a liminar não interfere no andamento das obras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.