Juve, Napoli e Lazio tentam manter os 100%

Buffon, goleiro do time de Turim, admite favoritismo para a conquista do bicampeonato na véspera de pegar o Genoa

ROMA, O Estado de S.Paulo

16 de setembro de 2012 | 03h08

Atual campeã italiana, a Juventus entra hoje para a disputa da terceira rodada com o objetivo de manter os 100% de aproveitamento no Campeonato Italiano, ao lado de Napoli e Lazio. "Admito que somos o time a ser batido no campeonato. Somos os favoritos", disse o experiente goleiro Gianluigi Buffon, da Juventus, que vai enfrentar fora de casa o Genoa.

Sem poder contar com o técnico Antonio Conte (suspenso) no banco de reservas, a equipe deverá ter pelo menos três desfalques: Giorgio Chiellini, Arturo Vidal e Kwadwo Asamoah.

Em compensação, o volante chileno Mauricio Isla poderá fazer sua estreia no time de Turim. Contratado da Udinese, ele ainda não jogou por estar se recuperando de lesão. Quinta-feira, Isla atuou pela seleção de seu país na derrota por 3 a 1 para a Colômbia, em jogo válido pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo.

A Internazionale vai até Turim para encarar o Torino e vai promover a estreia do goleiro esloveno Samir Handanovic, substituto do brasileiro Julio Cesar, que se transferiu para o Queen's Park Rangers, da Inglaterra.

O atacante argentino Ricky Alvarez ficará como opção no banco de reservas, após sofrer uma cirurgia no joelho direito para tratar uma lesão de menisco. Alvarez espera que sua segunda temporada na equipe seja de "consagração". "O primeiro ano foi bastante difícil, mas agora estou mais acostumado com o futebol europeu."

No Estádio Olímpico, a Roma recebe o Bologna, mas deverá estar desfalcada de dois de seus jogadores mais experientes: os experientes meio-campistas Daniele De Rossi e Francesco Totti. De Rossi sofreu uma lesão muscular na coxa direita durante o empate da seleção italiana com a Bulgária, por 2 a 2, pelas Eliminatórias para o Mundial de 2014. Totti dificilmente estará em campo, mas fará tratamento intensivo até a hora do jogo.

No Napoli, que recebe o Parma, o técnico Walter Mazzarri terá a volta do meia Pandev, que vai atuar mais próximo do atacante uruguaio Cavani. Apesar de jogar em seu campo, o time vai atuar no 3-5-1-1, apostando nos rápidos contra-ataques.

O gramado do Estádio San Paolo está bastante prejudicado por causa de uma praga que atingiu o gramado.

O zagueiro Bruno Uvini, ex-São Paulo, vai ficar no banco de reservas.

A Lazio deverá repetir diante do Chievo, em Verona, a formação da equipe que venceu os dois primeiros jogos do campeonato. O zagueiro André Dias está recuperado de lesão e vai formar dupla com Biava. O time vai atuar no 4-5-1, com o goleador alemão Klose sozinho na frente, recebendo o auxílio de Hernandes.

Na cola dos líderes, a Sampdoria promete não se intimidar ao enfrentar o Pescara fora de casa. "Trata-se de um jogo perigoso para nós, mas precisamos buscar a vitória e é isso que iremos fazer", disse o técnico Ciro Ferrara, que aposta numa boa atuação do argentino Maxi López.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.