Kanieski volta ao pódio na Copa do Mundo de Natação

O brasileiro Lucas Kanieski voltou a subir no pódio neste domingo, no segundo e último dia de disputa da terceira etapa da Copa do Mundo em piscina curta (25 metros), em Moscou, na Rússia. Depois do bronze que conquistou no sábado nos 400 metros livre, ele foi prata nos 1.500 metros livre, ao conseguir o tempo de 14min44s66. Bateu, assim, o seu próprio recorde sul-americano na prova, que era de 14min45s51, feito em 2010.

AE, Agência Estado

13 de outubro de 2013 | 15h45

Na final deste domingo, Kanieski foi superado apenas pelo australiano Myles Brow, que foi ouro com 14min43s52 - no dia anterior, o nadador da Austrália já tinha vencido também a prova dos 400 metros livre em que o brasileiro foi bronze. O pódio dos 1.500 metros livre foi completado pelo húngaro Gergely Gyurta, com 14min46s17.

Assim, com prata e bronze, Kanieski foi o único brasileiro a subir ao pódio na terceira das oito etapas da Copa do Mundo. Também neste domingo, Henrique Rodrigues chegou perto da medalha, ao terminar em quarto lugar nos 200 metros medley, com 1min56s54 - foi superado pelo sul-africano Chad Le Clos (1min53s04), o australiano Keneth To (1min54s91) e o polonês Pawel Korzeniowski (1min56s42).

Mais três nadadores brasileiros disputaram as finais deste domingo em Moscou. Nelson Silva Júnior foi sexto colocado nos 50 metros costas (24s79) e nos 50 metros borboleta (1min57s73). Gustavo Godoy terminou em sétimo lugar nos 200 metros livre (1min47s19). E Pedro Pereira também ficou na sétima posição nos 100 metros borboleta (52s58).

Tudo o que sabemos sobre:
nataçãoCopa do Mundo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.