Keila Costa e Duda provam que estão em boa forma para os Jogos de Londres

Os dois saltadores fizeram boas marcas durante a disputa do Troféu Brasil de Atletismo, em São Paulo

AMANDA ROMANELLI, estadão.com.br

28 de junho de 2012 | 20h34

SÃO PAULO - No primeiro dia de finais do Troféu Brasil de Atletismo, última seletiva para a Olímpiada de Londres, nenhum índice foi conquistado. Mas dois atletas que já estão garantidos para os Jogos mostraram que estão em boa forma para a disputa do torneio, apesar do período pesado de treinamentos.

Mauro Vinícius da Silva, o Duda, campeão mundial indoor do salto em distância, cumpriu o objetivo que havia colocado em sua participação. Duda tinha como meta saltar próximo dos 7,90 m, e assim foi feito: venceu a disputa com 7,97 m.

"Não estou tão bem fisicamente nem tecnicamente devido à preparação para Londres", disse o saltador, que levou o ouro no Mundial de Istambul, em março, com a marca de 8,23 m. "Mas me senti bem, e sei que estou no caminho certo, porque fui evoluindo na competição." Mauro fará sua segunda participação olímpica. Ele disputou Pequim, em 2008, mas não conseguiu chegar à final.

Keila Costa mostrou consistência na final do salto triplo. Rumo à sua terceira Olimpíada, mas estreante na prova nos Jogos, a pernambucana acertou suas quatro tentativas e saltou acima dos 14 metros em todas elas. Acabou vencendo com 14,18 m, alcançando seu objetivo, que era bater o recorde do campeonato (14,16 m).

"Foi uma competição boa, não queimei nenhum salto, fiz uma corrida igual. Poupei dois, porque meu objetivo é beliscar o índice também no salto em distância", disse a saltadora, que vai disputar a qualificatória da prova no sábado e a final, no domingo.

A melhor marca de Keila no ano foi conquistada na etapa de Doha da Liga Diamante: 14,31 m. Mas a meta da saltadora, que sonha com uma medalha olímpica, é bater sua melhor marca pessoal: os 14,57 m de 2007.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.