Keirrison quer passar uma borracha em 2010

Quatro meses depois de chegar ao Santos como a melhor escolha para ser o novo companheiro de ataque de Neymar, Keirrison ainda não reencontrou o seu verdadeiro futebol. No empate por 0 a 0 diante do Grêmio, sábado, na Vila Belmiro, o atacante foi substituído por Marcel nos minutos finais, mas outra vez não jogou bem: ficou com a bola apenas 23 segundos e não chutou nenhuma vez a gol. Mesmo assim não se abala.

Sanches Filho, O Estado de S.Paulo

16 de novembro de 2010 | 00h00

"Procurei me movimentar, mas as oportunidades não apareceram. Espero aproveitar bem os últimos jogos da temporada e que 2011 seja bem melhor", disse o artilheiro brasileiro de 2008, com 39 gols, quando atuava pelo Coritiba. Pelo Santos, sua média de gols mais parece de zagueiro: dois em 10 jogos.

Keirrison tem contrato com o Santos até a metade de 2011. Terá pouco tempo para provar seu valor ao novo técnico, Adilson Batista. "Esta situação incomoda, mas qualquer atleta precisa de uma sequência de jogos."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.