Divulgação| WSL
Divulgação| WSL

Kelly Slater anuncia que se aposentará ao fim da temporada 2017

Aos 44 anos, norte-americano fará sua despedida do Circuito Mundial no próximo ano

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

28 de outubro de 2016 | 17h21

O norte-americano Kelly Slater anunciou que a próxima temporada do Circuito Mundial de Surfe será sua última na elite da modalidade. Aos 44 anos, ele garante que vai se preparar para buscar seu 12º título mundial em sua despedida das competições em 2017.

"Fiquei extremamente inspirado nos últimos meses pelo que os jovens do Circuito fizeram e com o que John John Florence conquistou. Então, no ano que vem, vou me entregar de corpo e alma para buscar minha última corrida pelo título. A partir daí vou passar a me dedicar à busca pelas melhores ondas do planeta até os meus últimos dias", afirmou o atleta.

Kelly Slater está na nona posição no ranking mundial e nesta temporada venceu apenas uma etapa, no Taiti, um dos locais que mais adora competir. Além dos 11 títulos mundiais, o último conquistado em 2011, ele já acumulou quase US$ 4 milhões (R$ 12,78 milhões) em premiação na carreira.

Apesar da idade, nos últimos anos conseguiu se manter no topo, mesmo diante de uma geração talentosa formada por surfistas mais jovens, como o atual campeão John John Florence, do Havaí, e os brasileiros Gabriel Medina, Filipe Toledo e Adriano de Souza, o Mineirinho.

Com o anúncio, a menos que Slater mude de ideia, o surfista não participará dos Jogos de Tóquio, em 2020, quando o surfe fará sua estreia no programa olímpico. O norte-americano tem outros projetos, muitos ligados ao meio ambiente, e o mais recente deles é sua tecnologia para ondas artificiais, que já está funcionando com sucesso em um antigo lago de esqui na Califórnia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.