Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Kelly Slater rouba a cena e diverte Medina em entrevista

Brasileiro e norte-americano disputam o título da temporada do Circuito Mundial de Surfe na praia de Supertubos, em Peniche

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

12 de outubro de 2014 | 15h58

Mesmo se atrasando para participar da conferência de abertura do Moche Rip Curl Pro Portugal, o norte-americano Kelly Slater roubou a cena, arrancou risos do público e se divertiu com Gabriel Medina, com quem disputa o título da temporada do Circuito Mundial de Surfe.

O 11 vezes campeão mundial chegou ao evento, que já havia começado, e sentou-se ao lado de Gabriel e bem à frente do troféu de campeão da ASP (Associação dos Surfistas Profissionais). Não demorou para sacar o celular do bolso e começar a filmar o público e seus companheiros.

Depois, começou a mostrar o material para o brasileiro. Na sequência, ganhou um presente das mãos de Antonio Jose Correa, presidente da Câmara Municipal de Peniche. O objeto, uma caixa feita por um artista local, tinha uma caricatura dos surfistas. Medina, Slater e o havaiano John John Florence ganharam o presente, então Slater fez graça e colocou a caixa ao lado do seu rosto, para que todos pudessem ver o desenho. Depois, pediu para Medina fazer o mesmo e tirou uma foto do brasileiro.

Ao que parece, a disputa entre eles é apenas dentro da água. Medina lidera o ranking mundial e o adversário mais próximo é Slater. Neste domingo, os dois descansaram e tiveram compromissos com o evento por causa das condições do mar. "É minha terceira vez aqui, todos os anos tiveram boas ondas, mas parece que esse anos as condições serão complicadas", diz Medina.

Slater, que precisa torcer contra o brasileiro se ainda quiser sonhar com o título, acha que as dificuldades serão grandes na etapa, não só por causa do talento dos adversários, mas também pela situação climática. "O tempo está ruim, mas vai mudar um pouco. De qualquer forma, acredito que será um desafio esse ano para todos os surfistas", afirma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.