Kelly Slater segue na briga em Santa Catarina

O segundo colocado do ranking mundial continua vivíssimo na luta pela liderança. Kelly Slater não deu chances ao seu compatriota Tanner Gudauskas (12,60 a 6,83) nesta quarta-feira e torna-se uma ameaça ainda maior a Taj Burrow, australiano que, por enquanto, ainda está na ponta da classificação do circuito mundial de surfe, mas que foi eliminado na terceira fase pelo sul-africano Travis Logie.

GIULIANDER CARPES - O Estado de S. Paulo,

28 de abril de 2010 | 15h37

Veja também:

linkLíder do ranking do surfe é eliminado na etapa de Imbituba

Kelly, como sempre, foi a grande atração da competição na Praia da Vila, em Imbituba, sul de Santa Catarina. O dono de nove títulos mundiais acabou sendo cercado pelos fãs na areia e precisou da ajuda de seguranças para entrar na água. Uma vez lá, tomou conta da bateria, pegou duas boas ondas e depois aproveitou-se da falta de ondulações na maré cheia para passar fácil por Gudauskas. "As séries estão demorando para entrar, então foi fazer uma boa performance no início e depois administrar a bateria", disse o americano, que enfrenta o australiano Chris Davidson nas oitavas de final.

Além de Taj Burrow, Bede Durbidge foi outro dos favoritos a ser eliminado na Vila. O australiano, 6º do ranking mundial, perdeu para o compatriota Owen Wright, que enfrenta amanhã o francês Jeremy Flores. O sul-africano Jordy Smith, 3º do mundo, também passou às oitavas.

Tudo o que sabemos sobre:
surfeKelly Slater

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.