Kissya Cataldo avança às quartas de final no remo

Kissya Cataldo começou bem a sua primeira participação em Olimpíadas, neste sábado. A brasileira foi a quarta colocada em sua série no Single Skiff feminino do remo e avançou às quartas de final da disputa, com o tempo de 8min07s75, apenas 14 centésimos à frente da argentina Lucia Palermo, que foi para a repescagem.

AE, Agência Estado

28 de julho de 2012 | 10h00

A remadora do Vasco volta à raia na terça-feira, quando será disputada a fase de quartas de final, envolvendo 24 barcos, em quatro séries de seis. As três primeiras de cada uma das baterias avançam à semifinal.

Já no Single Skiff masculino, Anderson Nocetti, veterano de outras três Olimpíadas, e também conhecido pelo apelido de Macarrão, terminou no quarto lugar na sua bateria, com o tempo de 7min03s78, e por cinco segundos não conseguiu avançar às quartas de final, restrita aos três primeiros de cada série.

Ele vai participar da repescagem no sábado pela manhã, em busca de uma das seis vagas restantes nas quartas de final, que serão realizadas na terça-feira, com a presença de 24 barcos. Dentre os 15 que foram à repescagem, o brasileiro tem o terceiro melhor tempo.

A disputa do remo dos Jogos de Londres acontece no Eton Dorney, um dos mais importantes palcos do remo mundial, localizado em Buckinghamshire, 40 quilômetros a oeste de Londres. Ali foram feitas quatro melhores marcas da história das Olimpíadas apenas neste sábado, nas eliminatórias.

As marcas, consideradas como "melhor tempo", não contam como recorde, uma vez que as condições naturais podem influir no resultado. Conseguiram este feito o belga Tim Maeyens, no Single Skiff, o barco britânico de Heather Stanning e Helen Glover, no Dois Sem feminino, e o barco neozelandês de Nathan Cohen e Joseph Sullivan, no Double Skiff masculino. Também da Nova Zelândia, Eric Murray e Hamish Bond foram mais longe no Dois Sem masculino, com a melhor marca do mundo: 6min08s50.

Tudo o que sabemos sobre:
OlimpíadaremoKissya Cataldo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.