Kleber a caminho do maior rival

PALMEIRAS. VALDIVIA VOLTA AMANHÃ CONTRA O AMÉRICA-MG

DANIEL AKSTEIN BATISTA , FABIO HECICO, O Estado de S.Paulo

30 de setembro de 2011 | 03h06

Kleber está fora do jogo de amanhã contra o América-MG, no Canindé. Alegando dores no joelho, ele não foi para campo com os companheiros e ficou fora da lista de relacionados. Marcos, poupado, também não joga, e Valdivia está confirmado - resta saber se será titular.

O atacante está preocupado, e não apenas com a má fase do Palmeiras. Chateado com a diretoria por não ter ido para o Flamengo, em junho, o atacante pensa no seu futuro e sabe que dificilmente será valorizado como gostaria. Uma saída, em janeiro, seria o Corinthians.

O clube alvinegro já havia tentado levar o atacante para o Parque São Jorge no começo do ano, mas o atleta não conseguiu a liberação do Palmeiras. A diretoria agora promete uma nova tacada após o término do Campeonato Brasileiro, e tem a certeza que Kleber não terá a rejeição da torcida, que divulgou que ele era filiado à Gaviões.

O atacante tem contrato com o Palmeiras até 2015, e a multa para tirá-lo antes desse prazo é hoje de mais de R$ 200 milhões, segundo o clube paulista. O Flamengo havia oferecido R$ 14 milhões, o presidente Arnaldo Tirone balançou, mas acabou recusando. E o jogador ficou chateado.

Kleber via no Flamengo uma grande chance de mudar de ares e, quem sabe, até conseguir uma vaga na seleção brasileira vestindo a camisa rubro-negra. Sem contar que ele ficou seduzido pelo salário que chegaria a R$ 500 mil mensais.

Em má fase, agora ele já não acredita que chegará uma boa proposta, como a do clube carioca. O Corinthians, porém, pode ser a sua "salvação", que promete salários de R$ 300 mil/mês, valor que pode aumentar com patrocínios.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.