Klitschko dá conselho para Roy Jones

O pugilista peso pesado Wladimir Klitschko, dono do cinturão da Organização Mundial de Boxe (OMB), mandou um recado nesta quinta-feira a Roy Jones Jr., meio-pesado que no fim de semana derrotou John Ruiz, campeão dos pesados da Associação Mundial de Boxe (AMB), e que agora deverá decidir qual cinturão irá abandonar. ?O boxe é entretenimento e o senhor Jones, um bom animador. Mas tenho de dizer: contra homens como Lennox Lewis ou Michael Grant, não tem nenhuma chance.? Klitschko poderia se incluir, e seu irmão Vitali, entre os pesados que Jones deveria evitar. Wladimir tem 2,01 m e 108 kg: a mais, 21 centímetros e 23 quilos; Vitali, 1,98 m e o mesmo peso. Neste sábado, na Alemanha, Wladimir enfrenta Corrie Sanders. As outras duas lutas do ucraniano serão nos Estados Unidos (onde é mais fácil encontrar rivais e também para formar um fã-clube). Klitschko quer enfrentar boxeadores como Mike Tyson, Lewis e Evander Holyfield. Vitali vive em Los Angeles. Os dois são muito populares na Alemanha, onde desenvolveram sua carreira. Vitali é o número 1 do ranking do CMB e da AMB e teve cancelada luta com Lewis em abril para que o rival enfrentasse Tyson. Agora, quer que o CMB obrigue o britânico a enfrentá-lo pelo título.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.