Giuseppe Cacace / AFP
Giuseppe Cacace / AFP

Klopp afirma que atuação do Flamengo não surpreendeu Liverpool na final

Na avaliação do técnico, o Liverpool conseguiu dificultar a vida do detentor do título da Taça Libertadores, embora não tenha apresentado um desempenho de alto nível

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de dezembro de 2019 | 06h43

O técnico alemão Jürgen Klopp, do Liverpool, afirmou neste sábado, 21, após a vitória sobre o Flamengo por 1 a 0, na prorrogação da final do Campeonato Mundial de Clubes, que estava pronto para o que o adversário poderia apresentar no Estádio Internacional Khalifa, em Doha, no Catar.

"O Flamengo não surpreendeu, falei na primeira coletiva, assisti muito aos jogos do Flamengo nos últimos dias. Principalmente contra o Santos, foi importante para gente, contra o Al Hilal também. Não surpreendeu. Tínhamos que ser diferentes em alguns momentos e foi o que aconteceu. Causamos série de problemas para eles", disse o comandante, em entrevista coletiva.

Na avaliação de Klopp, o campeão da Liga dos Campeões conseguiu dificultar a vida do detentor do título da Taça Libertadores, embora não tenha apresentado um desempenho de alto nível, o que forçou a disputa de 30 minutos adicionais, em que o atacante brasileiro Roberto Firmino definiu o placar.

"Fizemos coisas que o Flamengo não gostou, eles estavam mostrando respeito por nós. Mas dificultamos a vida deles. Foi um jogo tenso. Não foi a melhor partida que fizemos, mas foi o suficiente para merecermos ganhar. Foi para a prorrogação, mas tudo bem", avaliou o alemão.

Questionado, inclusive, sobre algumas vitórias do Liverpool terem sido obtidas na reta final das partidas, Klopp preferiu exaltar o comprometimento dos comandados, que nunca deixam de lutar.

"Parece que nós fizemos alguns gols no final das partidas desta temporada, mas foram necessários porque estávamos atrás ou os jogos estavam equilibrados. Hoje também. Os rapazes melhoraram e, quando você acredita, você acredita nos 95 minutos. Ou nos 120. Sempre existe uma chance. O gol foi brilhante. Fico feliz", garantiu. EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.