Laís Souza é operada e deve voltar em 3 meses

Ginasta sofreu fratura na mão direita e foi cortada da equipe brasileira nos Jogos Olimpícos de Londres

O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2012 | 03h04

A ginasta Laís Souza foi operada para tratar uma fratura na mão direita pelo médico ortopedista João Nakamoto e pela equipe do Instituto Vita. A atleta já recebeu alta e deverá voltar às atividades em três meses.

 

Laís foi cortada na semana passada da seleção brasileira de ginástica que disputará os Jogos Olímpicos de Londres, após sofrer uma queda em um treinamento realizado na cidade inglesa de Ipswich, o que levou à lesão.

 

Anteriormente, Laís só foi chamada para a seleção por causa do corte de Jade Barbosa, que não atendeu à convocação para reunião da equipe nacional para uma semana de treinos no Rio. Segundo a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), a atleta não justificou a ausência, mas vinha tendo conflitos com a entidade por se recusar a usar uniformes com marcas as quais não tivesse patrocínio individual. Em seguida, ela acabou sendo cortada, mesmo sendo tida como a principal esperança de medalha olímpica da ginástica artística feminina do Brasil.

 

Sem Jade e Laís, a seleção brasileira feminina da modalidade contará com as seguintes atletas nos Jogos de Londres: Ethiene Franco, Daniele Hypolito, Adrian Gomes, Daiane dos Santos e Bruna Leal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.