Lakers também sonham com seu trio de estrelas

Está em pleno andamento um plano para a formação de um outro supertime na NBA. O Los Angeles Lakers está disposto a imitar a fórmula do Miami Heat, vice-campeão na última temporada, e ter também seu trio de estrelas, o "Big Three".

O Estado de S.Paulo

07 de dezembro de 2011 | 03h04

As estrelas da equipe da Flórida são LeBron James, Dwayne Wade e Chris Bosh. Se tudo der certo, os Lakers terão, além de Kobe Bryant, que já pertence à franquia, o superpivô Dwight Howard e o armador Chris Paul. Nesse caso, o espanhol Pau Gasol serviria como moeda de troca e iria para o New Orleans Hornets, atual equipe de Paul.

Paul já se reuniu com o gerente geral dos Hornets, Dells Demps, e lhe disse claramente que não pretende assinar uma extensão de seu contrato.

Mas a concorrência não é pequena. Há sete equipes interessadas em Paul, entre elas o Houston Rockets, o Boston Celtics, o Dallas Mavericks e os Knicks.

Os Lakers terão primeiro que convencer o próprio Paul, que está seduzido por ora pela possibilidade de jogar ao lado de Carmelo Anthony e Amare Stoudemire no New York Knicks.

O Boston pode acenar aos Hornets oferecendo Rajon Rondo.

Paul ainda tem dois anos de contrato com os Hornets. Nesta temporada, receberá US$ 16,4 milhões (o equivalente a R$ 29,24 milhões). Na 2012/13, US$ 17,8 milhões (R$ 31,74 milhões).

Já a moeda de troca dos Lakers para a contratação de Howard seria Andrew Bynum.

Enquanto isso, o gerente geral dos Lakers, Mitch Kunchak, diz que tudo são rumores e que está satisfeito com o atual elenco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.