Arquivo/AE
Arquivo/AE

Lance Armstrong confirma presença no Giro da Itália

Norte-americano passou por uma cirurgia no mês passado após quebrar a clavícula direita

AP,

16 de abril de 2009 | 16h06

O ciclista norte-americano Lance Armstrong anunciou nesta quinta-feira que vai participar do Giro da Itália, entre os dias 9 e 31 de maio, uma das provas mais importantes do esporte no mundo.

O anúncio, veiculado pelo site do jornal italiano Gazzetta dello Sport, colocou um ponto final na dúvida sobre a participação do sete vezes campeão da Volta da França na prova. Ele passou por uma cirurgia no mês passado após quebrar a clavícula direita.

"A recuperação está indo bem e o plano é que ele esteja lá", afirmou o porta-voz de Armstrong, Mark Higgins. Será a primeira vez que o ciclista dos EUA participará do Giro da Itália.

RETORNO

Lance Armstrong voltou ao esporte no início de 2009 após três anos e meio de aposentadoria. Ele caiu durante a Volta de Castilla e Leon na Espanha no dia 23 de março e por isso teve que ser operado.

Uma chapa de aço inoxidável e 12 parafusos foram colocados no ombro do atleta para estabilizar a clavícula quebrada.

Armstrong também está planejando participar da Volta da França em julho, apesar de ter dito que está preocupado com a possibilidade de ser banido pelos agentes oficiais de doping do país europeu, que alegam que o ciclista violou protocolos durante um recente teste sobre uso de drogas.

ROTA

O Giro da Itália havia sido originalmente programado para fazer uma breve passagem pela França durante a décima etapa, mas os organizadores mudaram a rota na semana passada, alegando problemas com a alta montanha nas estradas e má comunicação via rádio.

Para celebrar o centésimo aniversário do Giro da Itália, os organizadores prepararam uma rota especial, que passa pelas principais cidades da Itália. A prova de três semanas começa com uma disputa entre equipes na praia de Venice e termina com uma corrida individual contra o relógio em Roma.

O corredor australiano Robbie McEwen também confirmou nesta quinta sua participação no Giro da Itália, um dia após a queda no GP de l'Escaut, na Bélgica. Os exames mostraram que ele não sofreu nenhuma fratura.

"Estou bem. O abalo já passou. Meu corpo está surpreendentemente bem. Tenho algumas dores ainda, mas acredito que terei uma rápida recuperação e poderei treinar novamente já neste fim de semana", declarou McEwen por meio de um comunicado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.