Gonzalo Fuentes / Reuters
Gonzalo Fuentes / Reuters

Lanterna do Francês ao lado do Monaco, Guingamp demite técnico após goleada

Técnico estava há dois anos no clube e tinha contrato até 2020

Estadão Conteúdo

06 Novembro 2018 | 13h14

Clube que hoje divide a lanterna do Campeonato Francês com o Monaco, com apenas sete pontos em 12 partidas disputadas, o Guingamp anunciou nesta terça-feira a demissão do técnico Antoine Kombouaré. A saída do treinador foi confirmada dois dias depois de o time ser goleado por 5 a 0 pelo Nantes, fora de casa, na rodada anterior da competição nacional.

Kombouaré estava à frente da equipe desde 2016, sendo que há poucas semanas ele havia renovado o seu contrato até 2020. Porém, a sequência de resultados ruins pesou para que a diretoria optasse pela demissão do comandante.

O pequeno clube francês também informou que o Guingamp passará a ser dirigido interinamente pelo diretor do centro de formação de jogadores do time, Vincent Rautureau, e pelo técnico de sua equipe B, Sylvain Didot, até a contratação de um novo treinador.

Em sua atual campanha, o lanterna do Campeonato Francês ganhou apenas um dos 12 jogos que disputou, sendo que empatou outros sete e foi derrotado em sete ocasiões. O mesmo retrospecto ruim possui o Monaco, grande decepção desta edição da competição, que só está à frente do modesto time pelos critérios de desempate.

No próximo sábado, o Guingamp jogará em casa contra o Lyon pela 13ª rodada do Francês. No dia seguinte, o Monaco receberá em seus domínios o líder Paris Saint-Germain, dono de incríveis 12 vitórias em 12 confrontos realizados até aqui em sua campanha.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.