Satiro Sodré/SSPress/CBDA
Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Lanza bate Nicholas Santos e avança em 1º nos 100m borboleta no Troféu José Finkel

No feminino, a mais rápida das eliminatórias da mesma prova foi Daynara de Paula (Sesi)

Estadão Conteúdo

24 Agosto 2018 | 13h34

No embalo da medalha de bronze conquistada no Pan-Pacífico, no início do mês, Vinícius Lanza cravou o melhor tempo nas eliminatórias dos 100 metros borboleta, na manhã desta sexta-feira, no Troféu José Finkel, disputado em piscina curta (de 25 metros) no Clube Pinheiros. O nadador de 21 anos deixou para trás rivais mais experientes, como o veterano Nicholas Santos, de 38, e Leonardo de Deus, de 27.

No duelo de gerações da natação brasileira, Lanza (Minas Tênis Clube) foi o mais rápido das eliminatórias ao marcar o tempo de 50s53. Gustavo Gonçalves Santos (Clube Pinheiros) foi o segundo colocado, com 51s27. Dono de medalhas olímpicas nos 50m borboletas em Mundiais de piscina curta e longa, Nicholas Santos anotou o terceiro tempo, com 51s28.

Parceiro de Santos na Unisanta, Leonardo de Deus foi o quarto mais veloz, com 51s33. Eles e mais quatro nadadores avançaram à final A da prova, que será disputada ainda nesta sexta - todas as finais terão início às 17h30.

Despontando na seleção brasileira, Vinícius Lanza disputa com os mais experientes a vaga no Mundial de piscina curta, que será disputado em Hangzhou, na China, em dezembro. O Troféu José Finkel é a seletiva única da competição internacional pela primeira vez.

No feminino, a mais rápida das eliminatórias da mesma prova foi Daynara de Paula (Sesi), com o tempo de 58s01. Giovanna Diamante foi a segunda colocado, com 58s18, seguida de Larissa Martins Oliveira, com 58s19. Ambas são atletas do Pinheiros.

Nos 100 metros peito, Diego Candido Prado (Pinheiros) liderou as eliminatórias, com 56s93, deixando Felipe França (Unisanta) e Felipe Lima (Minas) para trás. Campeão mundial nos 50m peito em piscina curta e longa, França registrou o tempo de 57s37 e foi apenas o terceiro mais veloz. O segundo colocado foi Lima, que tem pódios também em ambos os Mundiais nos 50m e 100m peito, com 57s30.

Na prova feminina, a nadadora mais veloz foi Carolyne Gomes de Souza Mazzo, da equipe da casa, com 1min06s54. Jhennifer Alves Conceição, também do Pinheiros, marcou 1min06s60 para ser a segunda mais rápida das eliminatórias. E Julia Sebastian, da Unisanta, marcou 1min06s76.

Nos 400 metros livre, Breno Correia liderou as eliminatórias ao anotar o tempo de 3min42s69. O nadador de 19 anos, do Pinheiros, também vem se destacando em outras distâncias e já é considerado uma das promessas brasileiras. Luiz Altamir Lopes (Pinheiros) foi o segundo mais rápido, com 3min44s25. E Fernando Scheffer (Minas) foi o terceiro mais rápido, com 3min44s37.

Na versão feminina da mesma distância, Viviane Jungblut confirmou o favoritismo e foi a melhor das eliminatórias, com o tempo de 4min09s89. A nadadora do Grêmio Náutico União, que vem se destacando também nas maratonas aquáticas, é a dona do recorde sul-americano e também do campeonato (4min03s68).

A segunda mais veloz da prova nas eliminatórias foi Manuella Lyrio (Pinheiros), com 4min10s90, seguida de Maria Paula Heitmann (Minas), com 4min11s21.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.