CBV; Divulgação
CBV; Divulgação

Larissa e Talita vão à final e se aproxima de vaga para Rio 2016

Brasileiras decidem título em Moscou contra dupla holandesa

Estadão Conteúdo

30 de maio de 2015 | 12h49

Depois de desempenho quase perfeito no segundo semestre do ano passado, quando acumularam 61 partidas de invencibilidade, Larissa e Talita já largaram na frente na corrida olímpica do Brasil no vôlei de praia. As veteranas venceram duas partidas neste sábado e estão na final do Grand Slam de Moscou (Rússia), que será no domingo, às 11h35 pelo horário de Brasília.

A decisão será contra Madelein Meppelink e Marleen Van Iersel, da Holanda, dupla que chegou a Moscou como oitava cabeça de chave e avançou à final depois de vencer Menegatti/Orsi Toth, da Itália, por 2 sets a 0, com duplo 21/16.

Larissa e Talita precisaram jogar duas vezes neste sábado porque a partida contra as espanholas Liliana/Baquerizo, pelas quartas de final, foi interrompida por uma forte chuva na noite de sexta-feira. Bom para as brasileiras, que haviam perdido o primeiro set.

Pelas regras do vôlei de praia, o jogo começou do zero. Desta vez Larissa e Talita não deram sopa para o azar e venceram sem dificuldades, por 2 a 0, com parciais de 21/15 e 21/16. "A organização fez o certo em adiar para hoje cedo (sábado). Que bom que conseguimos entrar mais concentradas e vencer as espanholas", opina Talita.

Enquanto Larissa comemorava a vitória em uma quadra, sua esposa Lili era derrotada na quadra ao lado. A dupla Lili/Carol Horta, saída do qualifying, foi eliminada por Wang Fan/Yu, da China, com parciais de 21/17 e 21/15. As chinesas evitaram, assim, o segundo confronto entre Larissa e Lili nas três etapas do Circuito Mundial em que ambas se inscreveram desde o retorno de Larissa da aposentadoria.

Com a esposa agora na torcida, Larissa se vingou da dupla da China, novamente em jogo de dois sets, vencendo a semifinal com parciais de 21/13 e 23/21, em partida que durou apenas 35 minutos.

"Nossa estratégia de saque funcionou muito bem no primeiro set, forçando os erros das chinesas. No set seguinte elas conseguiram melhorar a virada de bola, mas novamente o nosso saque quebrou o passe delas e conseguimos essa vaga na final. Estamos muito felizes de começar assim a corrida olímpica, mas queremos buscar esse ouro", conta Larissa.

O torneio em Moscou marca o início da corrida olímpica para as dupla nacionais. Pelo que definiu a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), o ranking vai computar os oito melhores resultados entre os 10 principais torneios do Circuito Mundial, sendo o primeiro deles o Grand Slam de Moscou. A dupla campeã deste ranking vai para a Olimpíada do Rio e a segunda colocada terá prioridade de convocação.

Seja com os 800 pontos dados à dupla campeã, ou os 720 à segunda colocada, Larissa/Talita larga na frente da corrida olímpica. Lili/Carol Horta ganhou 480, contra 360 de Ágatha/Bárbara Seixas, Maria Clara/Carol e Juliana/Maria Elisa.

Maria Clara/Carol, Lili/Carol Horta e Fernanda Berti/Taiana terão que jogar o country cota do Grand Slam de Porec (Croácia), na semana que vem, brigando por uma vaga no quali. As demais duplas femininas brasileiras estão na chave principal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.