Laudo diz que surfista morreu afogada

A polícia civil de São Sebastião divulgou nesta quarta-feira através do laudo do Instituto Médico Legal que a atleta Débora Farah, campeã brasileira de surf em 1997, morreu afogada. A surfista faleceu no último dia 26 de outubro, na praia de Maresias, quando surfava na companhia de amigos. Havia ondas altas e o tempo estava nublado e ao perceber que Débora passava mal, os amigos tentaram socorrer a atleta, que chegou sem vida ao Pronto Socorro de Boiçucanga.O delegado Odair Bruzos, responsável pelas investigações, informou que não havia ferimentos no corpo da vítima. Em trinta dias, a polícia deve ouvir novamente os amigos que acompanhavam a atleta no dia do acidente e concluir o inquérito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.