Remko de Waal/EFE
Remko de Waal/EFE

Lawrence Cherono fatura Maratona de Amsterdã e bate recorde do trajeto

Fundista queniano supera própria marca cravada em 2017; etíopes fecham pódio no feminino

Estadão Conteúdo

21 Outubro 2018 | 11h50

O corredor queniano Lawrence Cherono venceu a Maratona de Amsterdã, na Holanda, pela segunda vez na carreira, em prova disputada neste domingo. O fundida terminou o percurso em 2h04min05s, marca que estabeleceu o novo recorde do trajeto de 42,195 Km na cidade.

Em 2017, Cherono venceu a mesma prova com o tempo de 2h05min09, melhor marca do percurso holandês até aquele momento. Em abril, na Maratona de Londres, no Reino Unido, o fundista queniano terminou em sétimo lugar.

Na edição de 2018 da prova em Amsterdã, dois etíopes completaram o pódio. Mule Masihun ficou em segundo lugar, com o tempo de 2h04min37s, e Solomon Deksisa terminou em terceiro, com a marca de 2h04min40s. Cherono abriu uma vantagem significativa para os rivais entre os quilômetros 30 e 40, com uma parcial de 28min51.

Na prova feminina em Amsterdã, as medalhas de ouro, prata e bronze ficaram com competidoras da Etiópia. Tadelech Bekele, assim como Cherono, defendeu com sucesso a vitória alcançada em 2017 e conquistou o bicampeonato na prova holandesa, com o tempo de 2h23min07s. Shasho Insemu (2h23min13s) ficou em segundo lugar e Azmera Gebru (2h23min31s) terminou em terceiro.

 

 

Mais conteúdo sobre:
atletismoLawrence Cherono

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.