Leandro, um aprendiz de piadista no Palestra Itália

Todo time de futebol costuma ter um jogador que destoa dos demais por causa de sua irreverência, de seu bom humor. No Palmeiras, Leandro divide as atenções com os também brincalhões Marcos e Denilson. Mas é o lateral-esquerdo que costuma entregar os apelidos dos companheiros e divertir o grupo. Além de piadista, Leandro tem também um fôlego de dar inveja - e hoje à noite vai completar a 24ª partida no ano como titular. É o único atleta que disputou todos os jogos desde o começo.As brincadeiras de Leandro se intensificam quando a fase do time é boa. Então, nada melhor do que descontrair agora.Leandro arrancou risadas de todos e quebrou a monotonia que em geral marcam as entrevistas coletivas. Falou do amigo Marcos, apelidado de Shrek (o ogro da animação da Dream Works) e de Valdivia, um dos atletas que foram ?paparicados? pela apresentadora Monique Evans, que ontem apareceu no Centro de Treinamento."Ela chamou o Valdivia de lindo, é brincadeira!", contou, aos risos. "Ainda bem que não foi com o Valmir (o outro lateral-esquerdo, considerado o mais feio do time pelos jogadores)."Apesar das brincadeiras, Leandro sabe ser sério também. E hoje pede atenção aos companheiros com a bola aérea do Sport. "O Luizinho Netto (lateral-direito) bate bem na bola, temos de diminuir o espaço dele", alertou. "Mas não é só a gente que está preocupado. Eles (o adversário) também estão e vamos dar dor de cabeça neles. Vai ser um jogo complicado, mas vamos fazer por merecer."Após a partida de hoje, o Palmeiras viaja para Atibaia, onde ficará até o jogo de domingo, contra a Ponte Preta, em Campinas. E logo depois da primeira decisão do Campeonato Paulista o elenco vai para o Recife, para enfrentar novamente o Sport, na quarta-feira.Leandro voltou a ligar sua metralhadora de gozação, quando lhe perguntam qual a sensação de ficar tanto tempo concentrado. "É ruim, mas é válido", falou. "Imagina ficar num quarto com gente feia pra caramba... Tem de descontrair mesmo", contou o lateral, que divide o quarto com Léo Lima. "Imagina ele dando conselhos pra mim hoje", disse, lembrando do histórico de confusões do companheiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.