JF Diorio/AE
JF Diorio/AE

Leão admite poupar Luis Fabiano para clássico contra o Palmeiras

Ideia é preparar atacante para enfrentar o rival, em Presidente Prudente; Fabrício deve estrear contra o Bragantino, quarta-feira

BRUNO DEIRO, O Estado de S.Paulo

18 de fevereiro de 2012 | 03h04

SÃO PAULO - Depois de reconquistar a confiança da torcida na vitória por 3 a 1 sobre o Paulista, no Morumbi, Emerson Leão decidiu que é hora de reforçar o São Paulo para chegar com força ao clássico contra o Palmeiras, no dia 26. Nesta sexta, o técnico admitiu que vai poupar Luis Fabiano contra o Bragantino, em Bragança Paulista, na quarta-feira.

Além disso, Leão deve promover a volta de Piris à direita e a estreia do volante Fabrício. A ideia do técnico é dar ritmo aos dois, pensando na partida de Presidente Prudente. Já Fabuloso deve fazer uma semana intensiva de treinos para que chegue em condições.

"O Luis Fabiano precisa de mais cuidado para que possa jogar no próximo domingo", disse Leão, que, no entanto, não descartou o camisa 9. "Se eu receber alguma boa notícia, posso mudar de ideia. Mas hoje não tenho ele no time que penso em escalar."

Em três clássicos desde sua volta ao São Paulo, Leão perdeu dois (para Palmeiras e Corinthians). A única vitória foi sobre o time B do Santos, na última rodada do Brasileiro de 2011, quando o time já estava praticamente fora da disputa por uma vaga na Taça Libertadores.

Caso se confirme a ausência de Luis Fabiano, o time não terá um atacante de área contra o Bragantino, uma vez que Willian José, autor dos três gols na vitória sobre o Paulista, cumprirá suspensão por ter sido expulso. A única opção seria o garoto Ademilson, de 18 anos, que ainda mostra pouca maturidade. Já o substituto de Paulo Miranda, outro que recebeu cartão vermelho no jogo do Morumbi, deve ser Edson Silva.

Reforço na base. O São Paulo anunciou ontem a contratação do ex-goleiro Carlos para atuar nas categorias de base do clube. Dono da camisa 1 da seleção brasileira na Copa do Mundo de 1986, no México, Carlos já havia trabalhado com Denis na Ponte Preta, mas chega ao Morumbi para trabalhar com os garotos, no CT de Cotia.

Na quinta-feira, o Tricolor havia anunciado o técnico René Simões como o novo diretor para as categorias inferiores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.