Stephen R. Sylvanie/USA Today Sports
Stephen R. Sylvanie/USA Today Sports

LeBron evita confirmar presença na seleção dos EUA no Rio-2016

Astro do basquete espera ver suas condições físicas ano que vem

Estadão Conteúdo

12 de agosto de 2015 | 22h41

Ausente no primeiro dia do minicamping da seleção norte-americana, em Las Vegas, LeBron James se apresentou ao grupo e ao técnico Mike Krzyzewski, o ''coach K'', nesta quarta-feira. E se esquivou das perguntas sobre sua participação nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

LeBron, maior astro da seleção americana, evitou confirmar sua presença porque está preocupado com o desgaste físico que sofreu nas últimas temporadas da NBA. O ala de 30 anos quer esperar o desenrolar da nova temporada e a resposta de sua família para avaliar as chances de competir no Rio, no próximo ano.

"Todas as minhas decisões passam pela minha família. Vamos ver o que eles pensam sobre isso. E aí vamos ver como vai meu preparo físico, após uma nova campanha na NBA. Vou ver como ficarei assim que retomar as ações com meu time, o Cleveland Cavaliers", declarou LeBron, nesta quarta, o segundo dos três dias do minicamping.

A atividade, que reúne os 34 jogadores convocados, serve para o treinador medir o interesse dos atletas em participar das competições pela seleção norte-americana. LeBron só se apresentou no segundo dia, mas isso não afetará uma eventual convocação final para a Olimpíada.

"Ele não vai participar de nenhum treinamento até onde eu sei, mas ele sabe que ele tem um lugar no elenco", disse Jerry Colangelo, principal dirigente da federação norte-americana de basquete, a USA Basketball. Fora do jogo de exibição marcado para esta quinta-feira, LeBron treinou na academia nesta quarta e atendeu a imprensa. "Não posso garantir nada. Mas estamos apenas começando todo o processo. Aqui temos 34 jogadores. Quando você representa o seu país, o time norte-americano, isso tudo é parte do processo", desconversou.

Se competir na Olimpíada do Rio, LeBron poderá bater recordes no Brasil. Ele, Carmelo Anthony e Chris Paul, em caso de título, vão se sagrar tricampeões olímpicos, feito inédito no basquete. LeBron poderá ser ainda, ao lado de Anthony, os primeiros americanos a disputar quatro edições dos Jogos Olímpicos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.