Lesão na coxa afasta Oswaldo até o fim da temporada

Atacante que lutava por espaço no time titular, sofre lesão no músculo adutor da coxa esquerda, no jogo contra o Vasco

O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2012 | 03h09

O São Paulo não vai poder contar com Osvaldo pelo menos até o fim da temporada. O atacante sofreu uma lesão no músculo adutor da coxa esquerda no jogo contra o Vasco e não tem previsão de volta segundo o clube.

Osvaldo estava como titular no lugar de Lucas, que desfalca o time por estar com a Seleção Olímpica em Londres. Agora o técnico Ney Franco ganhou mais um problema para a posição e vai ter à disposição os garotos da base Willian José, Ademilson e Rafinha - o mais cotado para o posto.

O clube emitiu um comunicado na tarde de ontem para confirmar a lesão do jogador e se limitou a dizer que o retorno do atleta vai depender da evolução dele no dia a dia.

Pelo menos o São Paulo tem como boa notícia a evolução de Rogério Ceni. O goleiro está em processo de recuperação da cirurgia que fez no ombro, em janeiro, e ontem deu mais uma prova de que se aproxima do retorno aos campos.

No coletivo realizado ontem entre o time reserva e um combinado das equipes de base o goleiro participou normalmente e ainda marcou um belo gol de falta, a sua especialidade. Mas ainda não há prazo definido para o retorno de Rogério Ceni ao gol do São Paulo.

Sequência. Entre problemas de desfalques e cobranças da torcida, o discurso do time é que somente a sequência de jogos será capaz de devolver a confiança ao elenco. "Depois da partida (contra o Vasco) saímos chateados, o que é normal, ninguém gosta de perder. Mas sorte que temos várias partidas na sequência e domingo temos um jogo pela frente", disse o zagueiro Rafael Tolói.

O confronto em questão é fora de casa, contra o Figueirense. A contar por esse compromisso, o São Paulo vai acumular a sequência de quatro partidas em 16 dias. O plano é conseguir bons resultados nessa reta final para apagar os dias turbulentos. "Basta somarmos dois bons resultados que tudo vai melhorar", comentou o jogador. / C.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.