Lesão tira Ronaldo do 1.º round

Problema na panturrilha impede Fenômeno de atuar contra o Vasco

Vítor Marques, O Estadao de S.Paulo

26 de maio de 2009 | 00h00

O que era apenas um temor se transformou em realidade ontem. Ronaldo está fora da partida de amanhã contra o Vasco, no Maracanã. O atacante sofreu uma contusão na panturrilha direita, antes da primeira partida das quartas de final da Copa do Brasil, contra o Fluminense, dia 13. Mesmo assim atuou em mais três jogos. "A contusão de Ronaldo é leve, mas ele não jogaria contra o Vasco mesmo se fosse uma decisão", disse o consultor médico do clube Joaquim Grava.A ideia é que Ronaldo fique treinando em São Paulo para estar 100% no jogo da volta contra o Vasco, semana que vem, no Pacaembu. Assim, ele está fora também do clássico de domingo contra o Santos, na Vila Belmiro, pelo Brasileiro. Ausente da viagem para o Rio, sua presença também está descartada no julgamento do Superior Tribunal de Justiça Desportiva hoje, no Rio, por ter puxado o cabelo do volante Fahel, do Botafogo.A CHANCE DE SOUZAA contusão de Ronaldo se transformou na grande chance para Souza, enfim, ganhar algum prestígio no clube. A seu favor, o esquema tático da equipe. Com ele na frente, o técnico Mano Menezes não precisaria mudar o que vem dando certo: um centroavante fixo segurando a defesa (Ronaldo) e dois atacantes abertos (Dentinho e Jorge Henrique). Outra opção seria Morais. Só que aí a equipe fica com três velocistas no ataque."Não acho que o Souza vá, de uma hora para outra, passar a marcar muitos gols. Mas ele é um jogador de personalidade", afirmou Mano. O técnico citou como exemplo a decisão do jogador de chamar a responsabilidade e bater o pênalti contra o Barueri, sábado, no Pacaembu, diante da torcida que o vinha perseguindo.Há ainda outros fatores extra-campo que dão vantagem a Souza. Um deles, o de conhecer bem o Maracanã, depois de ter jogado por Vasco e Flamengo. Hoje, Mano Menezes deve confirmar a escalação do atacante. "Não atrapalha em nada a ausência do Ronaldo. Quem entrar vai corresponder à altura", disse o presidente Andrés Sanchez, em evento ontem no Parque São Jorge, logo após saber da ausência do Fenômeno. O presidente confirmou ainda que o clube não está negociando com o meia Zé Roberto, ex-Santos, e disse que o volante Edu, do Valencia, está mais próximo. "Só estamos esperando acabar o Campeonato Espanhol para que acerte sua saída." O dirigente ainda afirmou que não houve nenhuma proposta pelo zagueiro Chicão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.