Jonne Roriz/Estadão - 04.08.2012
Jonne Roriz/Estadão - 04.08.2012

Lesionada, Fabiana Murer desiste da temporada indoor

Atleta retornou ao Brasil para iniciar tratamento e deve voltar a competir só em maio

AE, Agência Estado

13 de fevereiro de 2013 | 16h46

SÃO PAULO - A brasileira Fabiana Murer anunciou nesta quarta-feira a desistência da temporada indoor do salto com vara. Com uma lesão no tendão de Aquiles da perna esquerda, ela retornou ao Brasil para realizar tratamento e só deverá voltar a competir em maio, já na temporada de competições ao ar livre.

A desistência, no entanto, não deve trazer maiores consequência para Murer, que já havia obtido índice para o Mundial de Moscou, marcado para agosto. Em Reno, nos Estados Unidos, a brasileira cravou 4m60, marca que superou em Moscou, quando alcançou 4m65. Quando competia em Donetsk, na Ucrânia, no último sábado, ela começou a sentir as fortes dores, fruto de uma tendinopatia, e decidiu voltar a Brasil.

"A tendinopatia é uma lesão que apareceu em decorrência de um processo de sobrecarga no tendão de Aquiles e começou a incomodar em dezembro. Fabiana estava em tratamento, os sintomas diminuíram e ela seguiu para a Europa. Mas, em Donetsk, as dores voltaram a aumentar e a orientei a deixar a prova", explicou Cristiano Laurino, médico que ficará responsável pela recuperação da atleta.

A própria Fabiana Murer lamentou a contusão e explicou a desistência. "Nunca tive de parar uma sequência de competições por causa de uma lesão. Mas a temporada indoor é muito curta, com uma exigência maior do que em treinos, com uma competição muito perto da outra."

Sem as competições indoor, a saltadora ficará de quatro a seis semanas fazendo fisioterapia e trabalho de fortalecimento. "Nesse período, vamos avaliar a resposta ao tratamento, pelos sintomas clínicos e por imagem. A infiltração de Plasma Rico em Plaquetas é um procedimento moderno, tenho boa experiência nesse tipo de tratamento", comentou Cristiano Laurino.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismosalto com varaFabiana Murer

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.