Lesionado, Falcão festeja jogo 'brilhante' na decisão

O ala Falcão, principal estrela da seleção brasileira de futsal, não pôde participar como queria da partida que deu o título mundial à equipe. Com uma lesão no joelho, ele assistiu do banco à vitória por 4 a 3 na decisão por pênaltis, depois do empate por 2 a 2 no tempo regulamentar e na prorrogação. Mesmo ausente, não perdeu a chance de comemorar."Fomos brilhantes, foi partida brilhante, a gente fez por merecer na final. Os espanhóis provocaram demais, falaram muito antes da hora, e agora terão de nos agüentar por muito tempo", disse Falcão, que foi eleito o melhor jogador do campeonato e foi ovacionado pelo público presente ao Maracanãzinho."Não pude ajudar como eu gostaria, dentro de quadra. Sofri uma lesão ligamentar. Foi muito sofrimento ficar de fora. Nunca tive problema de joelho, fui ter logo hoje. Foi uma provação muito grande, mas o que importa agora é a festa", afirmou o ala, que conquistou seu primeiro título mundial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.