Leverkusen faz 3 gols em 6 minutos, bate Schalke de virada e fica perto da Liga

O Bayer Leverkusen conseguiu uma vitória espetacular neste sábado e ficou muito perto de garantir vaga à fase de grupos da Liga dos Campeões. Depois de sair perdendo por dois gols de diferença, conseguiu marcar três vezes em seis minutos e venceu o Schalke 04 por 3 a 2, fora de casa, pela 31ª rodada do Campeonato Alemão.

Agência Estado, Estadão Conteúdo

23 de abril de 2016 | 16h48

A três rodadas do término da competição, o Leverkusen foi a 54 pontos, na terceira colocação, cinco à frente do Hertha Berlin, que está em quarto. O Schalke, com o quarto jogo seguido sem vitória (três derrotas e um empate), vê a Liga dos Campeões cada vez mais distante - é o sétimo colocado, com 45 pontos, mas segue na luta direta por uma vaga na Liga Europa.

A partida teve dois tempos opostos. No primeiro, o Schalke mandou e desperdiçou um pênalti logo aos quatro minutos. Huntelaar perdeu. Dez minutos mais tarde, veio o gol. Choupo-Moting foi acionado por Meyer, avançou e bateu. A bola desviou na zaga e enganou o goleiro. O segundo veio aos 29. Sané tabelou com Meyer, recebeu na área e ampliou.

O Leverkusen acordou na etapa final. Aos nove minutos, Julian Brandt recebeu passe de Bellarabi e diminuiu. Dois minutos mais tarde, Bellarabi aproveitou lançamento de Henrichs pelo lado esquerdo e bateu em direção ao gol surpreendendo o goleiro Fährmann. Assustado com o empate, o Schalke ainda assistiu à virada dos visitantes aos 15. Brandt tocou para Chicharito, que bateu cruzado: 3 a 2.

Na próxima rodada, o Schalke tentará a reabilitação contra o lanterna e virtual rebaixado Hannover, no sábado. O Bayer Leverkusen tem um jogo importante para confirmar uma vaga à fase de grupos da Liga dos Campeões. No mesmo dia, enfrentará o Hertha, fora de casa, adversário que vem de duas derrotas seguidas e hoje ocupa a quarta posição, posto que leva aos playoffs por uma vaga na próxima edição do principal torneio europeu de clubes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.