Matt Dunham/AP
Matt Dunham/AP

Liberada pela CAS, velocista jamaicana vai ao Mundial Indoor de Atletismo

Veronica Campbell-Brown tinha sido flagrada no antidoping em maio, durante um campeonato

AE, Agência Estado

25 de fevereiro de 2014 | 16h34

KIGSTON - Um dia depois de ter sido inocentada em julgamento da Corte Arbitral do Esporte (CAS), que a liberou para voltar a competir, a velocista Veronica Campbell-Brown foi confirmada nesta terça-feira na equipe jamaicana que disputará o Mundial Indoor de Atletismo. A competição acontecerá de 7 a 9 de março, em Sopot, na Polônia.

Dona de sete medalhas olímpicas na carreira - três de ouro, duas de prata e duas de bronze -, Veronica tinha sido flagrada em maio, durante um campeonato na Jamaica, após o exame detectar a presença de um diurético em seu organismo. Diante disso, ela não pôde competir no Mundial de Atletismo, em agosto, em Moscou, na Rússia.

Fora das competições desde maio, Veronica recebeu apenas uma advertência no julgamento realizado na Jamaica em outubro. O caso, então, foi parar na CAS, a instância máxima da justiça desportiva. E o tribunal também livrou a atleta da acusação, reconhecendo que houve falha na realização do exame antidoping dela.

Nesta terça-feira, a CAS confirmou a sentença do caso, que já tinha sido adiantada no dia anterior pela própria Veronica. Diante disso, a Federação de Atletismo da Jamaica incluiu a velocista de 31 anos na lista de 23 atletas do país que vão disputar o Mundial Indoor - o superastro Usain Bolt não estará na competição.

Depois de se ver livre da acusação de doping, que poderia lhe render uma suspensão de até dois anos, Veronica se concentra agora na volta às competições. Na Polônia, ela terá a chance de conquistar o terceiro título mundial consecutivo dos 60 metros, prova em que já venceu nas edições de Doha/2010 e Istambul/2012.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoVeronica Campbell-Brown

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.