Líder da Ocean Race amplia distância sobre barco de Grael

Embarcação comandada por sueco aumenta diferença para cerca de 100 milhas náuticas (185 Km)

EFE

21 de março de 2009 | 13h44

O barco Ericsson 4, comandado pelo brasileiro Torben Grael, permitiu que o Ericsson 3, do sueco Magnus Olsson, aumentasse sua vantagem para cerca de 100 milhas náuticas (185 Km) na primeira posição da Volvo Ocean Race.

Passados 35 dias desde o início da 5ª etapa da competição, neste sábado os velejadores começaram a percorrer as últimas mil milhas (1.853 Km.) do percurso até a linha de chegada, no Rio de Janeiro.

Graças a condições mais favoráveis, o Ericsson 3 segue na frente na disputa, navegando com ventos de 20 nós (38 Km/h), ao passo que o Ericsson 4 e o Puma, do americano Ken Read, buscam se aproximar do líder com ventos de 12 a 14 nós (22 a 26 Km/h).

Apesar de estar em segundo lugar na etapa, o barco de Torben Grael continua sendo uma ameaça para o Ericsson 3, já que, a mil milhas (1.853 Km) do fim da Volvo Ocean Race, uma troca de posições inesperada pode acontecer.

Segundo previsões, o líder da competição deve chegar ao Rio de Janeiro no fim da tarde de terça-feira, com aproximadamente dez horas de vantagem sobre o segundo colocado.

Esta é a classificação atualizada da prova:

Qingdao (CHN)-RIO DE JANEIRO (BRA) (12.550 m.n. - 23.260 km).

Barco Capitão Distância à chegada

1.º - Ericsson 3 (SUE) Magnus Olsson 957 m.n. (1.773 Km.)

2.º - Ericsson 4 (SUE) Torben Grael a 98

3.º - Puma (EUA) Ken Read. 248

4.º - Green Dragon (IRL) Ian Walker 410

5.º - Telefónica Blue (ESP) Iker Martínez 741.

Mais conteúdo sobre:
Volvo Ocean RaceTorben Grael

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.