Líder Flu vence com ajuda do árbitro

Com gols de Leandro Euzébio e Fred, ambos no primeiro tempo, o Fluminense venceu o Náutico por 2 a 1 numa noite em que o líder do Brasileiro passou por grande sufoco em Volta Redonda. O Flu só saiu de campo com a vitória por causa de uma boa ajuda do árbitro capixaba Pablo dos Santos Alves que, no final da partida, deixou de marcar um pênalti a favor do time pernambucano.

VOLTA REDONDA, O Estado de S.Paulo

23 de setembro de 2012 | 03h02

Com essa vitória bem complicada, o Tricolor chegou aos 56 pontos, cinco a mais que o vice Atlético-MG, que hoje encara o Grêmio, 3.º colocado, na Arena Independência.

Os gols cariocas só saíram no final do primeiro tempo, justamente quando o time pernambucano estava melhor em campo e apertava o adversário. Quem abriu a contagem foi Leandro Euzébio, aos 41. Quatro minutos depois, Fred ampliou para 2 a 0, ao finalizar com um chute de primeira bom passe de Thiago Neves. Esse foi o 12.º gol do artilheiro do campeonato.

Mesmo com o placar adverso, o Náutico não se abateu na 2.ª etapa e passou a pressionar a equipe carioca. Mas só conseguiu diminuir o marcador a nove minutos do fim, com Kim. A partir daí, sufocou a equipe carioca e só não voltou para Recife com um resultado melhor na bagagem por causa do erro do árbitro do jogo, que deixou de marcar um pênalti indiscutível contra o Flu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.