Liderança de Nadal corre risco na França

Se o sérvio Novak Djokovic conquistar o título em Roland Garros, vai passar o espanhol no ranking mundial

, O Estado de S.Paulo

21 de maio de 2011 | 00h00

Cinco vezes campeão e atual detentor do título, o espanhol Rafael Nadal entra para a disputa do tradicional torneio de Roland Garros receoso de perder a liderança no ranking mundial. Afinal, seu maior rival, o sérvio Novak Djokovic, está em grande fase, o venceu nas quatro últimas finais e só depende de si para alcançar o topo na classificação. "O favorito é Djokovic", disse o espanhol. Segundo cálculos da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais), Djokovic só precisa chegar à final para superar Nadal no ranking.

A estreia de Nadal, Djokovic e do suíço Roger Federer nas quadras parisienses já está definida. Nadal enfrenta o americano John Isner (39 do ranking), enquanto Djokovic pega o holandês Thiemo de Bakker (71) e Federer joga contra o espanhol Feliciano Lopez (41).

Apesar da invencibilidade em 2011 - 37 jogos sem perder -, Djokovic é comedido. "Não me sinto invencível e não acredito que será fácil", prevê.

Um tanto em baixa, Federer aproveita o momento para jogar mais relaxado. "Tenho menos pressão do que em outros anos, uma vez que Rafa quer defender seu título (de 2010) e Novak vem com uma impressionante série de vitórias", declarou o suíço.

Em 25.º lugar no ranking de entradas (resultados obtidos no ano), o brasileiro Thomaz Bellucci enfrentará o casaque Andrey Golubev (45 do mundo) na estreia do torneio.

Bellucci não sabe ainda quando será seu primeiro confronto em Paris, mas conta que conhece bem o adversário. "Já o enfrentei uma vez e venci, também no saibro. O Golubev é um jogador que saca bem, bate forte e gosta de arriscar", avalia. O brasileiro, que no ano passado conseguiu chegar às oitavas de final em Roland Garros, derrotou o tenista casaque com relativa facilidade em 2009, na primeira rodada do qualifying do Masters de Roma, por duplo 6/4.

Ricardo Mello, o outro brasileiro na disputa de simples, terá uma grande pedreira no primeiro jogo: o americano Mardy Fish, 10.º no ranking.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.